As etapas da cirurgia refrativa

Em outros posts aqui do blog já abordamos os grandes benefícios da cirurgia refrativa. Agora, vamos resumir, em três partes, as etapas para um paciente que pretende realizar a operação a laser para correção de imperfeições na córnea que causam problemas comuns como miopia, astigmatismo e hipermetropia. Este moderno procedimento oftalmológico vai proporcionar a você chances reais de eliminar o uso de óculos e lentes de contato. A qualidade de vida que pode ser alcançada é imensurável. Já imaginou poder com uma visão corrigida e abrir diversos horizontes no que diz respeito à independência pessoal para executar diversas tarefas no seu dia a dia? Vamos falar a seguir do passo a passo para realização da refrativa.

Inicialmente, é preciso falar da avaliação pré-operatória. Pode não parecer, mas é um dos períodos mais importantes para o paciente que vai realizar a cirurgia refrativa. O passo a passo antes da realização da cirurgia é crucial porque cada paciente tem suas particularidades e características que serão determinantes, até mesmo para contra indicar ou não a cirurgia refrativa. Falando nisso, já podemos informar que, como qualquer outro procedimento específico, existem contraindicações e estas estão relacionadas a doenças oculares, como o ceratocone e infecções oculares. O procedimento a laser também não poderá ser feito em gestantes e mulheres que estejam em período de amamentação. Há ainda outras contraindicações ligadas a doenças autoimunes, sistêmicas e imunodeficiências em geral, como Lúpus. É importante informar que apenas pacientes acima de 18 anos de idade estão aptos a realizar a cirurgia refrativa.

A avaliação pré-operatória é minuciosa e deve seguir as seguintes etapas: Consulta oftalmológica seguida de uma bateria completa de exames, que inclui um exame da retina, e ainda testes complementares como a topografia e tomografia de córnea, paquimetria, microscopia e mapeamento da retina, que são feitos para identificar alterações ou degenerações. É bastante comum que o exame de retina, citado anteriormente, precise ser feito por um especialista em Retina & Vítreo. Saiba mais sobre a tecnologia aplicada aos exames e no procedimento cirúrgico.

A segunda etapa diz respeito à operação somente. Embora possa parecer um momento tenso, será a parte mais fácil para o paciente. Ao longo de todo o processo cirúrgico o paciente não sente dor. Durante a realização da cirurgia é utilizado um colírio anestésico que garante a não sensação de qualquer tipo de incômodo ou dores nos olhos.  As boas notícias não terminam por aí: os pacientes são liberados logo após o término da cirurgia e não precisam de qualquer tipo de internação na clínica, seja antes ou após o procedimento. Que ótima notícia, heim! Em média, pessoas que realizaram a cirurgia refrativa sentem-se aptos a exercer atividades habituais já no dia seguinte à cirurgia. O paciente deve ficar atento e ter cuidado nos três primeiros dias após a cirurgia. Apesar disso, você não vai se sentir limitado, pois é possível ver televisão, ler e usar computador até no mesmo dia da cirurgia. Em relação às atividades físicas sem qualquer tipo de contato, como musculação ou corrida, estão liberadas já para o dia seguinte ao procedimento. Em alguns casos, é possível sentir certo desconforto ou sensação de olho seco. Este incômodo pode ser facilmente eliminado com uso de colírios. A fotofobia, sensibilidade à luz, é bastante comum de ser sentida no dia da cirurgia. À noite, as luzes podem apresentar um brilho mais intenso por alguns dias. Estes sintomas são percebidos no dia da cirurgia e depois desaparecem de maneira progressiva, sendo bastante raro a continuidade por longo período.

Por fim, é fundamental estar sempre presente aos retornos e consultas agendadas pelo oftalmologista, para que ele possa acompanhar de perto sua resposta ao tratamento e evolução dos resultados. Além disso, é preciso respeitar seu corpo e cooperar para a recuperação completa seguindo as orientações médicas.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − sete =